4275

CDS Litoral Sul

Pular para o conteúdo
Última atualização:
|

LITORAL SUL PARTICIPA DA 5ª CONFERÊNCIA DE CT&I

Fonte: Ascom CDS-LS
01/03/2024 às 10h26

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Compreender as demandas científicas, tecnológicas e inovadoras dos municípios da Bahia. Esse foi o objetivo do Governo do Estado, através da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), em sinergia com o Governo Federal, ao desenvolver a 5ª Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (CECTI). O encontro aconteceu da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), e contou com a participação de representantes da academia, do setor produtivo, do poder público e da sociedade civil.

Com 11 plenárias macroterritoriais abrangendo os 27 territórios de identidade do estado, a iniciativa irá coletar contribuições de diversos setores para a elaboração da Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (ENCTI) para o período de 2024 a 2035, além de formular a Nova Política Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I). Durante a conferência, os participantes foram organizados em grupos de trabalho temáticos, nos quais puderam desenvolver sugestões. As propostas serão compiladas em um documento para a próxima etapa estadual e, posteriormente, serão analisadas e aprovadas pelo Conselho Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Conciteci).

O secretário da Secti, André Jozeiro, destacou a abordagem adotada no desenvolvimento do novo instrumento orientador para CT&I. “Estamos ouvindo o setor acadêmico, o setor empresarial e a sociedade civil das regiões para entender os problemas que eles têm particularmente do local. As plenárias servem para ouvirmos e fazermos uma política mais adequada aos problemas territoriais. Iremos tirar daqui as propostas para produzir as políticas estaduais de CT&I, mandando isso para o governo federal, que também será base para a estratégia nacional de ciência, tecnologia e inovação. É dessa forma participativa que o governo de Jerônimo trabalha”.

Para o reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Alessandro Fernandes, essa escuta no interior é crucial para o progresso de áreas como a de tecnologia. “Para nós, aqui na Universidade Estadual de Santa Cruz, é uma grande alegria sediarmos a macroterritorial que está sendo realizada pela Secti. É de suma importância essa escuta no interior do estado da Bahia para levarmos à conferência nacional. Afinal, a tecnologia precisa ser acessível a todas as pessoas, em todas as áreas do estado. A tecnologia é fundamental. Ela traz dignidade às pessoas. E a universidade cumpre aqui seu papel social ao sediar este evento”, ressalta.

O evento de Ilhéus contou com a presença da deputada estadual Olívia Santana, da Secretaria da Educação, Adélia Pinheiro, do prefeito Mario Alexandre, do secretário executivo do CDS-LS, Luciano Veiga, juntamente com outras autoridades que marcaram presença nos demais territórios.