4275

CDS Litoral Sul

Pular para o conteúdo
Última atualização:
|

EVENTO MARCA INÍCIO DOS ESTUDOS DE ESTRUTURAÇÃO DA PPP DA ILUMINAÇÃO PÚBLICA NO CDS LITORAL SUL

Fonte: Ascom CDS-LS
08/12/2023 às 10h02

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Ocorreu nessa quinta-feira (7), o encontro que marca o início dos estudos de estruturação da Parceria Público-Privada (PPP) de Iluminação Pública no Consórcio de Desenvolvimento Sustentável Litoral Sul (CDS-LS). Este projeto visa aprimorar significativamente o parque de iluminação pública dos 7 municípios que aderiam ao projeto: Barro Preto, Ibicaraí, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Maraú e Ubaitaba.

O evento aconteceu na sede do CDS-LS em Itabuna, e contou com a presença de representantes da Casa Civil, Ministério das Cidades, Caixa Econômica Federal, das consultorias contratadas, além das autoridades dos municípios contemplados pelo projeto, como prefeitos e secretários. A PPP de Iluminação Pública representa um passo importante na busca contínua das administrações municipais por melhorias significativas na qualidade de vida dos mais de 460 mil habitantes que serão diretamente impactados pela ação nos sete municípios.

O projeto abrange a modernização de 100% dos pontos de iluminação por luminárias de tecnologia LED, trazendo uma série de benefícios diretos e indiretos para a administração pública e para a população. "A implementação da Parceria Público-Privada (PPP) de Iluminação Pública nesses municípios representa não apenas um avanço significativo em termos de benefícios ambientais e financeiros, mas também um impacto social substancial na vida dos residentes a partir da ampliação do serviço para áreas onde a iluminação ainda não atende adequadamente, visando promover a segurança e proporcionar melhorias tangíveis na qualidade de vida dessas pessoas”, destaca Mara Souza, Diretora de Programas da Secretaria Especial do Programa de Parcerias e Investimentos (SEPPI) da Casa Civil.

Para o presidente do CDS-LS e prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, "a iluminação pública moderna e eficiente traz outros ganhos para a sociedade, dentre os quais se destacam a redução da criminalidade e de acidentes de trânsito; o estímulo à circulação noturna de pessoas com fomento ao lazer, comércio e turismo; a valorização do patrimônio histórico e cultural e a maior durabilidade do serviço de iluminação pública", explicou.

O projeto será estruturado com recursos do Fundo de Estruturação de Projetos (FEP/CAIXA). Além disso, a estruturação também conta com o assessoramento técnico da CAIXA, coordenação da Secretaria Especial do Programa de Parcerias e Investimentos (SEPPI) e apoio do Ministério das Cidades.

Atualmente, a CAIXA tem 75 projetos de estruturação de concessões e PPPs em carteira, que visam proporcionar mais de R$ 32 bilhões em investimentos pela iniciativa privada em 337 municípios, beneficiando mais de 26 milhões de cidadãos.

Principais Benefícios do projeto

• Eficiência Energética: O projeto visa a substituição de lâmpadas antigas por tecnologias mais eficientes, como luminárias LED, resultando em redução significativa no consumo de energia. Isso não apenas contribuirá para a sustentabilidade ambiental, mas também trará economias substanciais nos custos de operação e manutenção de cada município.

• Segurança Pública: A iluminação adequada é essencial para a segurança dos cidadãos. Com a modernização do parque de iluminação pública, áreas anteriormente mal iluminadas serão transformadas em espaços mais seguros, promovendo uma sensação de tranquilidade para todos os moradores.

• Valorização do Espaço Urbano: Ruas, praças e áreas públicas bem iluminadas tendem a atrair mais atividades sociais e comerciais. O projeto de PPP visa a valorização do espaço urbano, tornando os municípios contemplados mais atraentes para moradores, visitantes e investidores.

• Manutenção e Monitoramento: A PPP também incluirá serviços de manutenção preventiva e corretiva, garantindo que o parque de iluminação esteja sempre operacional. Além disso, novas tecnologias de monitoramento e novos sistemas de abertura de chamados pelos cidadãos permitirão a identificação rápida de problemas, agilizando as respostas e minimizando os períodos de escuridão nas vias públicas.