4275

CDS Litoral Sul

Pular para o conteúdo

CDS-LS PARTICIPA DE SEMINÁRIO “CIDADES INTELIGENTES” E TRAÇA AÇÕES ESTRUTURANTES DO PLANO DE RESÍDUOS SÓLIDOS

12/04/2021 às 20h07

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Para criar as estratégias de execução do projeto piloto de eliminação dos lixões nos territórios baianos, o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável Território Litoral Sul (CDS-LS), participou do Seminário Cidades Inteligentes, realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano da Bahia (Sedur), nesta segunda-feira (12).

A reunião online contou com a participação do titular da Sedur, Nelson Pelegrino, prefeitos consorciados, secretários executivos do CDS-LS, e Cima, do superintendente de Planejamento e Gestão Territorial da Sedur, Armindo Gonzalez Miranda, do representante do Instituto Movimento Cidades Inteligentes, Luigi Longo, secretários e técnicos municipais.

Na oportunidade, o secretário estadual, Nelson Pelegrino, explicou a importância da união dos municípios, através do consórcio público, em torno da solução prioritária dos problemas de saneamento e gestão de resíduos em toda a Bahia, como a padronização dos procedimentos e a qualificação dos agentes.

Para o presidente do CDS-LS e prefeito de Itacaré, Antonio de Anízio, o Plano de Resíduos Sólidos visa orientar no que diz respeito as etapas que serão realizadas no território através da gestão compartilhada, com a capacitação do consórcio para que o trabalho seja desenvolvido dentro da segurança jurídica, técnica, econômica e social.

“Chegou o momento de juntos eliminarmos os lixões dos municípios que compõem o Território de Identidade Litoral Sul, numa composição dos dois consórcios: CDS e o Cima, em uma ação articulada com a Sedur”, destacou o presidente.

Já o secretário executivo do CDS-LS, Luciano Veiga, observou que a participação dos consórcios nesse trabalho conjunto é uma oportunidade que vem sendo construído ao longo do tempo, em um escopo para desenvolver as atividades de um plano integrado de resíduos sólidos.

Ao todo, o território litoral sul produz 6 % dos resíduos sólidos do Estado da Bahia, sendo que apenas 15 % dos municípios têm o Plano Municipal de Resíduos Sólidos, sendo necessária a regularização em conjunto dos resíduos, principalmente para otimizar essa atividades nas cidades menores, com abaixo de 50 mil habitantes.

Dentre as ações prioritárias destacadas pelo Instituto Movimento Cidades Inteligentes para a execução do plano estruturante dos resíduos sólidos na região foram traçadas: o levantamento de dados das cidades vinculadas ao consórcio, a assinatura do plano de compromisso proposto pela Sedur, a formação do Comitê Técnico, finalização do estudo prévio, reunião de apresentação aos prefeitos para a aprovação, para de maneira estratégica e de acordo com a legislação vigente.