4275

CDS Litoral Sul

Pular para o conteúdo
Última atualização:
|

ASSOCIAÇÕES RURAIS CRIAM FÓRUM PARTICIPATIVO DE PRODUTORES FAMILIARES DO TERRITÓRIO LITORAL SUL

Fonte: Ascom CDS-LS
05/12/2021 às 22h42

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Os agricultores familiares criaram o Fórum de Associações Rurais do Litoral Sul da Bahia, na finalização das Oficinas de Formação da cadeia produtiva do cacau realizadas pelo Projeto de Apoio à Rede de Associações Rurais do Território Litoral Sul. 

O fórum surge como uma instância deliberativa com o objetivo de estender as atividades do projeto realizado pelo Instituto Chocolate, através do Convênio 222 entre o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável Litoral Sul (CDS-LS), a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR) e a Companhia de  Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e, consequentemente, promover ações de benefícios aos pequenos produtores da região.

 Trata-se, assim, de uma proposta estendida ao longo do desenvolvimento do projeto, mas também percebida como necessária durante as discussões feitas nas oficinas do evento. Assim, a proposta do fórum é discutir os assuntos que pautam as associações e seus anseios, em especial para desenvolvimento da potencialidade agrícola e atividades decorrentes dos pequenos produtores rurais. 

De acordo com o secretário executivo do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Litoral Sul (CDS-LS), Luciano Veiga, a longevidade das associações acaba por falta de apoio, seja ele de ordem logística, financeira ou jurídica. 

“A discussão com as associações é fundamental para entender o panorama geral da atividade agrícola familiar no estado da Bahia. A oportunidade de criação de um fórum de associações é muito importante, para garantir o apoio necessário ao seu funcionamento, mas principalmente pela capacidade de demonstração do potencial para a multiplicação das boas práticas para outras regiões”, destacou o representante do CDS-LS.

Através da criação do fórum, as associações ganham escala na demonstração de boas práticas agroecológicas e políticas públicas criadas a partir da origem das questões, a partir dos homens e mulheres do campo. 

Por fim, houve a votação nominal houve a confirmar da criação do fórum em que todos se posicionaram a favor da ideia, com a  criação, também, de um comissão temporária inicial para desenvolver os aspectos logísticos e administrativos do fórum.

A comissão provisória é composto por quatro representantes das associações do território litoral sul, sendo esses representantes escolhidos: Paulo Guirra, representante da Associação Ribeirão da Fortuna; Fernando dos Santos, representante da Associação Demétrio Costa; Joanice Silva Ribeiro dos Santos, da Associação Cajueiro e Maria Juliana Pereira de Miranda, representante da Associação de Integração e Desenvolvimento da Agricultura Familiar do Meio Rural de Itajuípe.